S. José conclui mais um Percurso Alpha

S. José conclui mais um Percurso Alpha

A Eucaristia do último domingo marcou o encerramento de mais um Percurso Alpha na Paróquia de S. José. Uma celebração em que estiveram presentes vários participantes neste Percurso, enquanto outra parte do grupo acompanhou a cerimónia assistindo à transmissão através das redes sociais, isto porque boa parte dos participantes não reside na zona de Coimbra. De facto, este Percurso, realizado integralmente online, contou com a participação de pessoas de vários pontos do país, desde a região de Lisboa, a Leiria, Castelo Branco, Guarda e Barcelos, conferindo ao evento uma marca peculiar, tendo em conta a diversidade de origens e de experiências de todos os que integraram o grupo.

Desde há um ano, quando se tornou claro que a pandemia iria implicar restrições que se prolongariam no tempo, que, por todo o país, o Percurso Alpha passou a realizar-se online, com os participantes a encontrarem-se semanalmente, cada um em frente ao seu computador, para percorrerem em conjunto um caminho de interpelação pessoal e de contínua descoberta da presença de Jesus nas suas vidas. É essa também a experiência que tem sido feita na Paróquia de S. José. Num primeiro momento, com a conclusão de um Percurso iniciado ainda de forma presencial, e depois com já dois Percursos realizados integralmente online.

Inicialmente, não faltaram as dúvidas quanto à possibilidade de, à distância e através da internet, ser possível fazer uma experiência de comunhão fraterna e de amadurecimento na descoberta da presença de Cristo na vida de cada um. O caminho percorrido, no entanto, veio dissipar qualquer questão, com muitos participantes a descobrirem, e a redescobrirem, a sua Fé numa experiência profunda de partilha e de crescimento.

Isso mesmo se percebe nos testemunhos deixados no final deste Percurso, dos quais aqui partilhamos alguns trechos: «O Alpha criou em mim a necessidade de voltar a participar na Eucaristia e a rezar com mais frequência»; «A minha maneira de amar e de perdoar mudou completamente»; «Foi uma experiência muito enriquecedora e transformadora. A minha fé renasceu e sinto-me mais calma, serena e com uma relação mais próxima com Deus»;
«Conheci pessoas maravilhosas que me aproximaram ainda mais de Jesus»; «Foi avassalador e superou as minhas expetativas. Recomecei de novo o meu caminho com Deus, pela sua base, por aquilo que Deus quer mesmo dizer a todos nós. (…) Pela primeira vez desde os 10 anos confessei-me e deixei de negar Deus».

Deixar uma resposta