Bom trabalho, Pe Fernando!

Bom trabalho, Pe Fernando!

Já vai sendo conhecido de todos o Pe Fernando, aquele que costuma ir para a igreja de bicicleta, que no ano passado já passava dois dias por semana na casa paroquial e que desde agosto para lá se mudou a tempo inteiro.

Como o Pe Francisco esteve de férias durante o mês de setembro, o Pe Fernando “substituiu-o” nas celebrações que normalmente lhe caberiam em sorte e, por isso, acabou por poder ser conhecido por quase toda a comunidade da nossa unidade pastoral.

O Pe Fernando é então um sacerdote da Comunidade Emanuel, tal como o Pe Jorge e o Pe Pedro, que estará este ano a viver com os nossos padres e o Pe Pedro (pároco de Ceira e restante unidade pastoral), e que estará a tempo inteiro para os jovens durante os próximos dois anos.

É um jovem padre, oriundo de Oliveira de Frades e antigo estudante da FCTUC no virar do milénio e que, antes de vir agora para Coimbra, esteve alguns anos em São Jorge de Arroios e Nossa Senhora dos Anjos – duas paróquias confiadas à Comunidade Emanuel nas imediações da Avenida Almirante Reis, em Lisboa.

Por um lado, é enviado pela Comunidade Emanuel para trabalhar com os jovens numa casa que a comunidade tem na Rua Padre António Vieira e assim preparar aquilo a que se chama o Roteiro da Comunidade Emanuel para as Jornadas Mundiais da Juventude que trará alguns milhares de jovens da Europa até Lisboa, passando antes alguns dias em Coimbra; por outro, nas nossas paróquias, terá a seu cargo os diferentes grupos e movimentos de jovens e adolescentes com quem já tem vindo a trabalhar desde o início do mês.

Temos assim todos razões de sobra para o termos presente na nossa oração: a prioridade pastoral assumida pela nossa diocese é a dos jovens e, na nossa unidade pastoral, o Pe Fernando está mandatado pelo Pe Jorge para assumir o comando da pastoral juvenil e dos adolescentes e assim criar ou incrementar a tão desejada “onda de entusiasmo” de que fala tão insistentemente o nosso bispo.
Bom trabalho, Pe Fernando: rezaremos todos pelos bons frutos do seu trabalho pastoral!

Deixar uma resposta